Pesquisa CBS

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

O Livro do Apocalipse

Chegamos ao último livro da Bíblia, o Apocalipse:

O imperador romano Domiciano (81-96) moveu forte perseguição aos cristãos, tendo deportado S. João, que era o bispo de Éfeso para a ilha de Patmos . Ao mesmo tempo os cristãos eram hostilizados pelo judeus e aguardavam a volta de Cristo, que não acontecia, para livrá-los de todos os males. Foi neste contexto que o Apóstolo escreveu o Apocalipse para confortar e animar os cristãos das já inúmeras comunidades da Ásia Menor. Apocalipse, em grego "apokálypsis"(= revelação), era um gênero literário que se tornou usual entre os judeus após o exílio da Babilônia (587-535aC), e descreve os fins dos tempos onde Deus vai julgar os homens. Essa intervenção de Deus abala a natureza (fenômenos cósmicos), com muita simbologia e números. A mensagem principal do livro é que Deus é o Senhor da História dos homens, e no final haverá a vitória dos justos. Mostra a vida da Igreja na terra como uma contínua luta entre Cristo e Satanás, mas que no final haverá o triunfo definitivo do Reino de Cristo, triunfo que implica na ressurreição dos mortos e renovação da natureza material.

As calamidades que são apresentadas não devem ser interpretadas ao pé da letra. Deus sabe e saberá tirar de todos os sofrimentos da humanidade a vitória final do Bem sobre o Mal.

Infelizmente há muitos que querem interpretar a Bíblia "a seu modo", mesmo sem conhecer os gêneros literários, as línguas antigas, a história antiga, etc, e isto tem levado multidões a caminhar longe da verdade de Deus. Até "tarô bíblico" já se apresenta na TV; isto é, interpreta-se a Bíblia com o auxílio das cartas esotéricas do tarô ... Por tudo isso, e para que não acontecesse essas aberrações, e a Bíblia não ficasse sujeita à interpretação subjetiva de muitos, foi que Jesus deixou Pedro e os Apóstolos, hoje o Papa e os Bispos, sucessores dos Apóstolos, para interpretarem sem erro o que foi revelado sem erro. É o que chamamos de Magistério da Igreja, e que analisaremos à frente.

Pelo que foi dito acima você pode entender agora, o que disse, por exemplo Santo Agostinho:

"Eu não acreditaria no Evangelho, se a isto não me levasse a autoridade da Igreja." (Fund, 5, 6).

Não é fácil muitas vezes interpretar a Bíblia; é claro que há passagens que devem ser lidas ao pé da letra, como a que diz "Isto é o meu corpo que é dado por vós", mas muitos versículos são difíceis. O próprio S. Pedro recriminava os não preparados que, já no seu tempo queriam interpretar as Escrituras a seu bel prazer. É o que Pedro fala quando se refere às Cartas de S. Paulo, que já naquele tempo eram consideradas partes da Escritura:

" ... como também vosso irmão Paulo vos escreveu, segundo o Dom de sabedoria que lhe foi dado. É o que ele faz em todas as suas cartas... Nelas há algumas passagens difíceis de entender, cujo sentido os espíritos ignorantes ou pouco fortalecidos deturpam, para a sua própria ruína, como o fazem também com as demais Escrituras. " (2Pe 3,15-16)

Este ensinamento tão claro de S. Pedro mostra-nos que é uma temeridade cada um de nós ir interpretando a Bíblia a seu bel prazer, sem obedecer ao Sagrado Magistério da Igreja, a garantia que Jesus nos deixou. Se, para o próprio S. Pedro, que vivia ao lado de Paulo, que conhecia o Hebraico, as Escrituras apresentavam "passagens difíceis de entender", ora, imagine então para nós, que estamos a 2000 anos dos Apóstolos !... Por isso, é preciso prudência e obediência àquilo que a Igreja ensina. Não sejamos "iluminados" mais do que a Igreja é; os santos, nenhum deles, foi assim.

Assim terminamos os Resumos do Antigo e do Novo Testamento, e que realmente nesse Mês de Setembro de 2011, essa nossa caminhada através desses "post" sobre a Bíblia, tenha nos ajudado a conhecer mais a Santa Palavra de Deus, conhecendo-a, que possamos respeitá-la, e principalmente seguir o que NELA, está escrito, que a Mãe Aparecida, nos ajude a estarmos sempre atentos a Palavra de Deus.

São Jerônimo, rogai por nós.

Assuntos Relacionados

Assuntos Relacionados